O conceito Educação Neural foi idealizado por Fabio Toledo (www.fabiotoledonaweb.com.br), sócio-fundador da i9group e suporta as soluções inteligentes desenvolvidas pela empresa. Ele está descrito em um livro, publicado em português, inglês e espanhol, bem como no canal e na coluna de rádio, de mesmo nome, difundida semanalmente por dezenas de rádios do Brasil. Saiba mais em: www.facebook.com/fabiotoledonaweb

59498445_2175986002487352_6835202287057502208_n

O mundo, cada vez mais dinâmico, conectado e compartilhado, tem afetado o comportamento humano de forma significativa e acarretado em uma importante crise: a do saber e como aplicá-lo. Nota-se cada vez mais jovens e adultos despreparados para lidar de forma sábia com os desafios e oportunidades do mundo contemporâneo.

A sala de aula não se restringe mais ao ambiente escolar. Conteúdo não é tudo! É preciso enxergar além do ENEM! É fundamental preparar os alunos para trilhar uma trajetória de sucesso na “Escola da Vida”. Todos somos alunos dessa “escola” e lá, além de não ser possível “colar”, logramos êxito apenas quando temos atitudes sábias, desenvolvemos nossas inteligências socioemocional, tecnológica e empreendedora, agregamos valor, de forma ética, construtiva, harmônica e coletiva, aplicamos aquilo que aprendemos (aliando a teoria à prática) e nos conectamos com sabedoria de forma multissensorial a tudo e a todos, inclusive a nós mesmos.

Como neurônios, precisamos saber criar conexões inteligentes, sinérgicas e eficientes a todo momento, conosco (intrapessoal), com o próximo (interpessoal), com o ambiente em que vivemos e os atores que o compõem, inclusive os tecnológicos dado advento da Internet das Coisas (IoT).

É preciso buscar o saber a todo momento, aprender fazendo, de forma Maker e sob metodologia STEAM, em equipe, por meio de projetos onde seja possível colocar a mão na massa, aliar a teoria à prática, aplicar o que se aprende em sala de aula e desenvolver habilidades socioemocionais, tecnológicas, financeiras, empreendedoras e muito mais! Tudo isso precisa ser feito em ambiente amigável e compatível com a realidade dos alunos, da vida moderna.

O mundo mudou! A forma de educar precisa evoluir continuamente, reagindo de forma inteligente, proativa e multissensorial aos estímulos que recebe da realidade, de seus atores, das tendências do mercado e do ambiente contemporâneo. E, não se engane: o desafio vai muito além da sala de aula!

Voltar